quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Feliz Natal



O conto abaixo é a forma de externar nosso carinho por todos vocês e de agradecer a Deus por seu Amor! E os presentinhos que Ele nos deu! Ale Dossena representa todos que por aqui passam! Paz e Bem!

A revista de capa dourada
Ale Dossena



"Pedro morava em uma comunidade muito pobre e ajudava seus pais a cuidarem da banca de revistas da família. Ele acordava cedinho todos os dias, beijava sua mãe e ia para a escola. Quando voltava, passava as tardes na banca, desempacotando entregas, separando jornais e organizando as prateleiras.

Diferente dos outros meninos, no final das suas tarefas, ele não pedia para seu pai as balas e os doces que ficavam nos potes em cima do balcão. Ele gostava de doces, mas o que ele queria mesmo era outra coisa. Pedrinho arregalava os olhos e sempre fazia o mesmo pedido:

- Papai, eu posso ler uma revista?

Após ouvir o sim de seu pai e mesmo sem ter pedido, ganhar um docinho, ele escolhia na prateleira uma nova capa para abrir, sempre coloridas e alegres, as preferidas de Pedrinho. E assim, ele ficou conhecendo o mundo inteiro. Com as revistas conheceu várias paisagens, mares, construções gigantescas e imponentes. Ele conheceu planetas, universos, tipos de flores e animais, palavras e cores diversas. E descobrir coisas novas, mesmo sendo através de fotos impressas, sempre o deixava muito feliz.

Até que um dia ele encontrou uma revista bem diferente de todas que já tinha lido. No final da prateleira, escondida e amassada, havia uma capa dourada, com um personagem que ele já conhecia: o Papai Noel!

Ele folheou as páginas devagarzinho e percebeu que a revista inteira falava sobre o Natal. E então ele ficou com ela por vários dias, conheceu a casa do Papai Noel, os elfos que o ajudavam, seu trenó e as renas que o dirigiam. E dessa vez foi diferente, ele não se contentou só com a revista e queria conhecer aquelas terras distantes onde a neve enfeitava os pinheiros e os presentes de Natal eram embalados.

Na noite em que folheou a última página, Pedrinho fez um pedido antes de dormir. Gostaria que o Papai Noel naquele ano, presenteasse todas as crianças carentes do seu quarteirão, que nunca tinham recebido um presente de Natal.

E foi então que magicamente, ele foi levado em sonhos para a casa do Papai Noel, escreveu sua cartinha, conheceu a fábrica de brinquedos e acordou sentindo-se o menino mais feliz do mundo. Ao menos ele havia sonhado com tudo que desejava conhecer.

Mas quando chegou o Natal, Pedro ganhou uma surpresa. Saiu cedo para a rua, atento com o alvoroço que ouvia. Encontrou as crianças carentes da vizinhança brincando felizes com os presentes que ganharam. Esfregou os olhos, foi até elas para realmente ter certeza do que via. E conversando com todos, também descobriu que além dos presentes, elas ganharam um presente muito melhor, o carinho e o abraço das pessoas da comunidade.

Pedro então correu para sua casa para pegar seu brinquedo e juntou-se a eles. Foi o melhor Natal da sua infância!

O que ele nunca soube, foi que na noite em que fez o pedido em voz alta, sua mãe que passava pela porta do quarto, o ouviu. Então ela juntou as pessoas da comunidade e criou uma ação para arrecadar brinquedos para as crianças. Muitas pessoas das comunidades vizinhas doaram e muitas amizades foram feitas.
Porque o verdadeiro Natal é isso. Amor, carinho, solidariedade."


Visite o site da Escritora Ale Dossena 
http://www.aledossena.com.br/





 "Em 2012, iniciei oficialmente minha carreira de escritora publicando meu primeiro livro, a coletânea de poesias "Sonhando & Poetizando". Em 2013 publiquei meu primeiro livro de contos direcionado para o público infanto-juvenil, "O diário de Lirityl", e hoje trabalho na finalização de mais um livro infantil."

2 comentários:

  1. Querida amiga, que lindo conto natalino você nos trouxe,e com uma mensagem que nos lembra da importância da solidariedade e do amor. Quem sabe, um dia, este conto vira pura realidade? Muito lindo mesmo e muito obrigada por compartilhar!
    Meu abraço carinhoso e os meus desejos de um Natal lindo,abençoado, e cheio de alegrias e paz pra você e tua família!!!
    Teresa ("Mary Lane")
    (do blog "Se essa lua fosse minha")

    ResponderExcluir
  2. Lindo conto! Natal é esperança, solidariedade e amor! Que esses sentimentos estejam sempre presentes em sua vida, Nice. Feliz Natal!
    Bjs

    ResponderExcluir