quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Morte de Tinta III


Oi pessoal, tudo bem?! 

Hoje vou falar para vocês um pouco sobre o livro “Morte de Tinta”, da série “Mundo de Tinta”, escrito pela Cornelia Funke. Este é o último volume da série. Aliás, se quiser dar uma olhadinha nas postagens sobre os outros dois, é só clicar nos links abaixo: 



Bem, vamos lá.... 

Antes de falar minha opinião, encontrei este resumo maravilhoso. 


“Mundo de Tinta é um universo onde ficção e realidade se confundem e também o nome da trilogia iniciada com o best-seller Coração de tinta, seguida de Sangue de tinta e que chega agora ao fim com Morte de tinta. Nesse universo, um “língua encantada” é alguém que, ao ler uma história em voz alta, tem o poder de trazer o mundo dos livros para a realidade, assim como viajar ele mesmo, e levar quem estiver por perto, para o mundo fantástico da palavra escrita. É o que aconteceu com Mo, um encadernador de livros, e sua família, quando um dia, ao ler em voz alta seu livro favorito - Coração de tinta -, ele manda a mulher para o mundo da ficção, trazendo em seu lugar alguns vilões da trama.
Mo e sua filha Meggie acabaram transitando entre essa fronteira; viveram um bocado de aventuras nessas viagens e conheceram milhares de personagens incríveis - muitos deles malvados até a alma. Desta vez, com a ajuda de Dedo Empoeirado, Farid, Resa e Violante, Mo enfrenta o mais terrível de todos os vilões, o Cabeça de Víbora, numa batalha final, de vida ou morte.
Mas, antes dela, personagens já conhecidos dos livros anteriores vivem suas aventuras. Fenoglio, o autor de Coração de tinta, tem que combater Orfeu, plagiador que se utiliza de passagens de seu livro para reescrever e manipular a história. Meggie, ao se apaixonar por Farid, se depara com as alegrias e decepções do primeiro amor. Resa, mãe de Meggie, traz em seu ventre um novo herdeiro. E Mortimer, nosso herói, que no Mundo de tinta assume a personalidade do Gaio, espécie de Robin Hood, tem que lutar contra o próprio personagem que interpreta, já que pouco a pouco começa a se confundir com ele e a se esquecer de quem é no mundo real.” (Grupo Companhia das Letras) 


O último livro vem, então, trazer a continuação das aventuras no Mundo de Tinta. Claro que muita coisa ruim passa a acontecer, pois os vilões (porque tem muita gente ruim nessa história) não deixam as pessoas viverem em paz... mas temos o Gaio para ajudar nas mais diversas lutas! Mas toda esta atuação do Gaio, que na verdade é o Mo, deixam Meggie e Resa muito preocupadas; ele, que não queria ir, de jeito nenhum, para o Mundo de Tinta, agora não quer deixá-lo. 

Fenoglio, que é o autor do Mundo de Tinta, se encontra cada vez mais triste por ver que sua história está tomando um rumo totalmente diferente do planejado. Meggie e Farid encontram-se com objetivos diferentes, o que dificulta o relacionamento entre eles; e não poderia deixar de surgir um novo pretendente na área! 

Mas não vou contar muito, para não dar spoiler!! kkkkkkkkkkk 

São diversos acontecimentos que nos deixam intrigados e que nos fazem pensar se tudo vai acabar bem ou não. Confesso que, neste último volume, achei algumas partes um pouco lentas. Mas, é importante dizer que a autora é brilhante em sua escrita! Os capítulos finais são, simplesmente, maravilhosos! A história vai se desenrolando de uma forma mais envolvente. 

Se você ainda não leu e gosta de livros que falem sobre livros, esta é sua chance de aumentar a lista!


Por Ale Veras

Nenhum comentário:

Postar um comentário