quarta-feira, 5 de agosto de 2015

A bibliotecária de Auschwitz

Oi pessoal! Hoje venho fazer uma pequena resenha deste livro maravilhoso: A bibliotecária de Auschwitz, de Antonio G. Iturbe.

Dentre os diversos livros sobre Segunda Guerra Mundial que existem (e realmente são muitos com essa temática), este não pode faltar na estante. Apesar de todo o contexto triste, gosto muito deste tema. Já li também “O diário de Anne Frank” e “A menina que roubava livros”, que também podem ser incluídos na estante.

Qual o diferencial deste livro? É que a protagonista ainda é viva! Ela sobreviveu ao campo de concentração! (no livro, o autor pôde se encontrar com ela para poder escrever toda a história)

A história se passa no campo de concentração de Auschwitz-Birkenau, um dos piores campos – se não o pior de todos- que existiram durante a Segunda Guerra. Enquanto muitos chegavam e já iam direto para as câmaras de gás, Dita e seus pais foram para o “Campo familiar”, que os nazistas usavam como “modelo” para que as pessoas acreditassem que os judeus eram bem tratados. O barracão 31 era o refúgio das crianças. Ali, clandestinamente, Hirsch organiza uma escola, para dar mais coragem às crianças e jovens.

Por ver a coragem de Dita, Hirsch confia a ela alguns livros. Eram poucos, mas os nazistas não poderiam nem sonhar que eles existiam. Daí a tarefa desta jovem, no meio de tanta crueldade, doenças, tristeza...

Muitos personagens entrelaçam a história e nos deixam ainda mais próximos a eles, imaginando como pode o homem ser tão cruel. A história é triste, mas ao mesmo tempo nos faz refletir o quanto somos privilegiados e o quanto podemos fazer para ajudar o próximo. E claro, não permitir que esta história volte a acontecer!


Dita Kraus - sobrevivente e protagonista do livro
Este pequeno texto quer instigar a curiosidade de vocês, leitores, para esta emocionante história. Como pode a mente louca de UMA pessoa mudar a mentalidade de uma nação? Somos todos iguais; perante Deus não há diferença de crença, cor, opiniões. Podemos e devemos fazer este mundo ser melhor! O respeito é a maior prova de amor que podemos dar para uma pessoa.




OBS: imagens retiradas da internet

6 comentários:

  1. Muito linda a sua resenha! Li o livro mas ainda não consegui escrever , foi uma leitura bem difícil pra mim. Mas apesar de triste e sofrido é um livro necessário!
    Bjs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, um livro necessário mesmo! Que bom que também gostou da leitura!! Bjinhus...

      Excluir
  2. morro de vontade de ler este livro.. esta sim na minha lista!!!
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vivi, leia sim. Vc não vai se arrepender! Bjinhus...

      Excluir
  3. Está na minha enooooorme lista! Adorei a resenha, deu mais vontade ainda de ler.
    Beijos e ótima semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Ale, que deu mais vontade de ler!!! É realmente muito bom!! Bjinhuuus...

      Excluir