quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Poesia - Manuel Bandeira



O Bicho

        (Manuel Bandeira - Estrela da Vida Inteira)



“Vi ontem um bicho

Na imundície do pátio

Catando comida entre os detritos.

Quando achava alguma coisa,

Não examinava nem cheirava:

Engolia com voracidade.

O bicho não era um cão,

Não era um gato,

Não era um rato.

O bicho, meu Deus, era um homem”.

Um comentário:

  1. Ah Manuel Bandeira!!!! Lembro desse poema quando, ainda no primário fiz uma redação sobre ele (naquela época eu já escrevia) e ganhei muitas estrelinhas!!! Tenho até hoje guardada a folha da redação...rs. Obrigada por me resgatar essa lembrança tão linda.
    Beijos e ótimo dia!

    ResponderExcluir