terça-feira, 13 de setembro de 2016

# 8 - Presente Literário


Lya Luft
Nasceu no dia 15 de setembro de 1938, em Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul.
É colunista mensal da revista Veja e professora aposentada da UFRGS.
Iniciou sua vida literária nos anos 60, como tradutora de literatura em alemão e inglês. Já traduziu para o português mais de cem livros. Destacam-se traduções de Virginia Wolf, Reiner Maria Rilke, Hermann Hesse, Doris Lessing, Günter Grass, Botho Strauss e Thomas Mann.
Em 2013, recebeu o Prêmio ABL, na categoria Ficção, Romance, Teatro e Conto, pela obra 'O tigre na sombra'. Seus livros continuam sendo traduzidos para diversos idiomas.
 “A vida é maravilhosa, mesmo quando dolorida. Eu gostaria que na correria da época atual a gente pudesse se permitir, criar, uma pequena ilha de contemplação, de autocontemplação, de onde se pudesse ver melhor todas as coisas: com mais generosidade, mais otimismo, mais respeito, mais silêncio, mais prazer. Mais senso da própria dignidade, não importando idade, dinheiro, cor, posição, crença. Não importando nada”.

                                                                                                                                                    "O Ponto Cego"- 1999


Bibliografia:
- Canções de Limiar, 1964
- Flauta Doce, 1972
- Matéria do Cotidiano, 1978
- As Parceiras, 1980
- A Asa Esquerda do Anjo, 1981
- Reunião de Família, 1982
- O Quarto Fechado, 1984
- Mulher no Palco, 1984
- Exílio, 1987
- O Lado Fatal, 1989
- O Rio do Meio, 1996
- Secreta Mirada, 1997
- O Ponto Cego, 1999
- Histórias do Tempo, 2000
- Mar de dentro, 2000
- Perdas e Ganhos, 2003
- Histórias de Bruxa Boa, 2004
- Pensar é Transgredir, 2004
- Para não Dizer Adeus, 2005
- Em outras Palavras, 2006
- A Volta da Bruxa Boa, 2007
- O Silêncio dos Amantes, 2008
- Criança Pensa, 2009
- Múltipla Escolha, 2010
- A Riqueza do Mundo, 2011
- O Tigre Na Sombra, 2012
- O Tempo é um Rio que Corre, 2013
- Paisagem Brasileira, 2015


No exterior: - The Island of the Dead (O Quarto Fechado), E. U. A.

Nenhum comentário:

Postar um comentário