quinta-feira, 14 de novembro de 2019

#14 Presente Literário

Dinah Silveira de Queiroz (1911-1982)

Romancista, contista e cronista, foi a segunda mulher a entrar para a Academia Brasileira de Letras (1980).

Pecado seu primeiro trabalho literário, sua próxima obra o conto A Sereia Verde, era publicado pela Revista do Brasil.

Seu maior sucesso foi Floradas na Serra (1939), ganhou o Prêmio Antônio de Alcântara Machado  em 1940  da Academia Paulista de Letras.

Esta autora recebeu também o Prêmio Afonso Arinos da Academia Brasileira de Letras com o livro As Noites do Morro do Encanto (contos).

Em 1954 ganhou o Prêmio Machado de Assis pelo conjunto de sua obra.



Floradas na Serra e A Muralha ganharam adaptações para TV e cinema.

Algumas de suas obras

Romances
Floradas na Serra - 1939
Margarida La Rocque - 1949
A Muralha - 1954
Verão dos Infiéis - 1968
Guida, Caríssima Guida - 1981

Contos
A Sereia Verde - 1941
As Noites no Morro do Encanto - 1957
Eles Herdarão a Terra - 1960
Comba Malina - 1969

Infantil
As Aventuras do Homem Vegetal - 1951
Baía de Espuma - 1979

Teatro
O Oitavo dia - 1956

Biografia
Era Uma Vez Uma Princesa - 1960
A Princesa dos Escravos - 1966

Crônica
Café da Manhã - 1969

Eu Venho, Memorial do Cristo I - 1974
Eu, Jesus, Memorial do Cristo II - 1977

Para saber mais sobre esta autora veja este link  


2 comentários:

  1. Oi meninas, passando para deixar um abraço e desejo de um ótimo feriado!
    Caramba, demorou para as mulheres começarem a fazer parte da Academia...em tudo na verdade; viva as mulheres lutadoras que confrontaram as regras para se posicionar como iguais na sociedade. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Dalva pelo carinho! Viva todas as mulheres! Ainda sonho com uma sociedade justa. Bjs Nice

      Excluir