quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Belgravia

Olá Caros Viajantes!
Arrumamos as malas e fomos à Londres de 1840.
A alta sociedade se reunia para um luxuoso baile, bem as vésperas da Batalha de Waterloo. Muitos destes jovens não teriam outra oportunidade de estar num baile assim, com seus amigos, seus amores e com a família.

Nesta mesma data, ninguém desconfiaria do envolvimento do filho da Condessa de Brockenhurst com a filha do Sr. James Trenchard, este depositava todas as fichas em sua filha, já que ele desejava a ascensão social e o reconhecimento e pertencer aos círculos nobres.

Vinte e cinco anos depois, as consequências daquela noite, levará as famílias de  Sr. James Trenchard e da Condessa de Brockenhurst para um abismo de sentimentos, mentiras, meias verdades e a descoberta que mudará a vida de todos.

Belgravia seria a demonstração da sociedade da época, o luxo, a ganância e o desprezo com as classes emergentes. Os personagens deixam claro tanto em posses e em sentimentos quem é rico ou pobre. Acreditem, as aparências enganam! Os personagens femininos são destaque na obra, todas as mulheres ali descritas nos remete a coragem, determinação, elas fazem a história crescer.

O escritor Julian Fellowes nos apresenta um cenário rico em detalhes, sempre nos remetendo a sua grande obra "Downton Abbey", por vezes achei que apareceria algum personagem desta obra. 

Foi uma leitura tranquila, com sua história clichê, mas pra mim não foi algo pra dizer que amei. Esperava mais. 

E vocês, já leram Belgravia? O que acharam?

Nice Sestari

Nenhum comentário:

Postar um comentário