terça-feira, 24 de dezembro de 2019

Um Conto de Natal

Olá Caros Viajantes!
Junto com Charles Dickens, viajamos numa emocionante história, publicada pela primeira vez em 1843. A  história do senhor Ebenezer Scrooge, um velho sovina, avarento e de grande mau humor. 

Há sete anos seu sócio Marley faleceu, porém na véspera do Natal, seu amigo aparece e lhe dá um aviso, para que ele mude sua maneira de viver, pois caso não o fizesse ele sofreria na sua pós vida.

Mesmo vendo o amigo, não acreditou em nada daquilo, achando que era fruto da sua imaginação.

Marley avisa o amigo, que ele receberá a visita de três fantasmas. Estes seriam os fantasmas dos natais passado, presente e futuro.

O primeiro fantasma apareceu e convidou o Scrooge a dar um passeio, logo o velho reconheceu o natal de sua infância, viu sua querida irmã, seu pai e seus colegas, foi logo lhe apertando o peito de ver aquele menino que já não existia mais. Uma pontinha de arrependimento tocou seu coração.


Logo depois apareceu o segundo fantasma, esse já lhe mostrava o natal presente. Scrooge vai percebendo que as suas palavras proferidas e seus atos, machucam as pessoas que lhe são caras. O espírito leva o velhote até a casa de seu empregado, o Sr. Bob Cratchit, e vê a situação em que a família vivia e, mesmo na pobreza, ali tinha amor de sobra, porém percebeu que se nada fosse feito para mudar aquela situação de pobreza, logo uma morte ocorreria, que mudaria todos pra sempre. Tudo estava nas mãos do sovina Scrooge.

Também visitaram a casa de seu sobrinho, e ele ouviu tudo o que ele, seus amigos e familiares pensavam dele. E seu coração vou ficando cada vez mais apertado.


O terceiro fantasma veio visitá-lo, mas esse logo deixou Scrooge assustado e com medo, pois lá no fundo ele sabia que não viria coisa boa. Era o fantasma do Natal futuro... O fantasma o levou para a cidade, onde ele ouvia que havia morrido alguém sozinho e em agonia. Que fora roubado alguns pertences após sua morte e alguns conhecidos faziam negociações de seus objetos e da venda de sua empresa.

Ele percebeu que ninguém ficou triste com a morte daquele senhor. E, por fim, veio um arrependimento tão grande no coração do velho Scrooge que ele se reconheceu naquela situação, e percebeu que se não mudasse suas atitudes  viveria e morreria só e triste.

A lição foi dada e transformado num novo homem se tornou um ótimo patrão, passou a ter carinho pelo seus familiares e a visitar seu amado sobrinho, se tornou um homem generoso e fez de tudo para ajudar os pobres. Ah! lembra que comentamos que na casa do Bob haveria uma morte eminente caso nada mudasse, pois bem, o senhor Scrooge ajudou esta família e o menino Tim, que estava muito doente. E algo mágico aconteceu! O Scrooge se torna para Tim um segundo pai.

Com uma delicadeza ímpar e de forma bem realista, Dickens consegue tocar nossos corações e nos fazer refletir que mudanças são necessárias.

Foram feitas várias adaptações desta história em desenhos, filmes e peças de teatro. 
foto retirada do google
Feliz e abençoado Natal para todos vocês!

Ale Veras e Nice Sestari




Um comentário:

  1. Oi Nice eu não li, mas assisti o filme, que é igual ao livro, digo isso, porque tem filmes que não permanecem fiel ao livro.
    Feliz Natal, muita saúde, paz e alegrias, beijos, Vi

    ResponderExcluir